Jodhpur – 12 a 14 de março.

De volta à estrada, decidimos ir até Jodhpur, conhecida também como cidade azul. Desta vez nos aventuramos em um ônibus nada parecido com aqueles que temos no Brasil. Neste tipo indiano você viaja em poltronas ou completamente deitado em uma maca com bom conforto. Porém, há um segundo ‘andar’ só de camas…

Viagem em um confortável buzu indiano.

Viagem em um confortável buzu indiano.

As passagens são vendidas pra todo mundo com antecedência. Compramos as nossas e recebemos os números das camas que iríamos ocupar. Tudo muito bonitinho… Mas é bom ficar preparado, pois alguém se sentará junto com você: é que ao longo da viagem pessoas vão saindo, outras embarcando e o saldo de lugares fica negativo. Então, alguns viajariam em pé… Mas aí, com razão, estes vão se acomodando na beirada da sua cama, caso você não estiver precisando daquele espaço naquele momento. Durante a jornada, pode acontecer de você ficar cansado de permanecer em uma só posição e querer mudar. Primeiro, olhe discretamente para a parte da cama para a qual você gostaria de se deslocar. Se tiver alguém a ocupando, basta dar uma resmungada seguida de um empurrãozinho que a pessoa sai dali e pode até trocar com você, ocupando o espaço que você acabou de deixar livre, sem constrangimento. Tudo se ajeita… Muito bom!

Foram 333,87km em 7 horas com uma parada. Chegamos ao destino por volta das 14h33min, quando o motorista estacionou o ônibus na beira da estrada. De repente estava o cobrador apontando que deveríamos descer. A certeza que ali era Jodhpur foi confirmada pela indicação do nosso GPS.

Logo vieram vários motoristas de Rickshaw (tuc-tuc) oferecendo transporte. Quando eles não entendem o nome do destino, basta dar o número do telefone do local que eles ligam o coletam as informações corretas. Por vezes, eles também dizem conhecer o destino, a gente confirma o preço e embarca. Aí eles  saem de perto da gente para perguntar para outro colega como chegar ao local. Se ninguém souber, todos eles chegam perto de nós e pedem mais detalhes… No final, alguém sempre sabe como chegar e tudo fica resolvido…

No deslocamento deste dia, o motorista não estava sabendo como chegar, mesmo depois de perguntar para outros colegas. Como já tínhamos o endereço no GPS, foi só mostrá-lo para ele e tudo resolvido.

O carinha achou o maior barato ver o carrinho seguir na tela do GPS enquanto pilotava...

O carinha achou o maior barato ver o carrinho seguir na tela do GPS enquanto pilotava…

Ficamos hospedados novamente em um Guest House, o Jagat Villas, muito aconchegante. Logo quando chegamos, estávamos com muita fome e os proprietários providenciaram um maravilhoso café tipo indiano!!!

Após umas duas horas já estávamos na rua. Fomos até o Sardar Market, mercado onde turistas e locais fazem suas compras. Pudemos fotografar a cara da Índia.

Sadar Market.

Sardar Market.

Sadar Market.

Sardar Market.

Sadar Market.

Sardar Market.

Sadar Market.

Sardar Market.

Sadar Market.

Sardar Market.

blog-18-marIMG_2880a

Sardar Market.

Sadar Market.

Sardar Market.

Sadar Market.

Sardar Market.

Sadar Market.

Sardar Market.

Sadar Market.

Sardar Market.

Na manhã do dia 13 fomos visitar o Mehrangarh Fort. Erguido em 1459, é considerado o forte mais majestoso do Rajastão (estado indiano), pois desponta acima de uma rocha de 125m, descrita como “a criação dos anjos, fadas e gigantes”.

Ali ficamos quase todo o dia, pois foi uma visita lenta e contemplativa sob um calor intenso.

Ao fundo, pudemos fotografar o que chamam de cidade azul, realmente um contraste…

Cidade Azul, vista do Mehrangarh Fort.

Cidade Azul, vista do Mehrangarh Fort.

Cidade Azul, vista do Mehrangarh Fort.

Cidade Azul, vista do Mehrangarh Fort.

Cidade Azul, vista do Mehrangarh Fort.

Cidade Azul, vista do Mehrangarh Fort.

Cidade Azul, vista do Mehrangarh Fort.

Cidade Azul, vista do Mehrangarh Fort.

Ao alto, Mehrangarh Fort. Abaixo, ao fundo, parte da Cidade Azul.

No alto, Mehrangarh Fort. Abaixo, ao fundo, parte da Cidade Azul.

Interior do Mehrangarh Fort.

Interior do Mehrangarh Fort.

Interior do Mehrangarh Fort.

Interior do Mehrangarh Fort.

Abraços e até o próximo relato!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Jodhpur – 12 a 14 de março.

  1. renata rocha amaral disse:

    Que viagem fascinante essa!Estou adorando os relatos!Abraços!

  2. Maguito disse:

    depois de todos estes dias acompanhando e lendo, todos os postos, e depois de ver essas fotos da “cara da India” nao tenho palavras pra dizer o quanto eu admiro vcs dois e o quanto eu gostaria de estar ai com vcs….cada paragrafo que leio, me transporta pra India
    aproveitem o máximo….tenho certeza que está sendo uma grande viagem

    • Sidnei disse:

      Pô, Maguito! Tenha certeza que você tem andado junto conosco: cansamos de comentar algo sobre você, o quanto curtiria também, etc… Sempre vem lembranças seguidas de risos!! O comentário de hoje foi da Liana. Ela contou um caso que ela arranjou uma bandeja de comidas pra gente e que você pediu uma torta de frango ou algo assim naqueles últimos dias de praia na Tailândia. (Ela tá dormindo agora, senão eu pegava mais detalhes… – e eu dando uma olhada na net mas já vou dormir também…)
      Sua máquina já chegou? Dei alguma evoluída, mas vi que preciso estudar mais. De volta à terrinha vou dedicar mais aos estudos de fotografia. Inclusive comprei um plástico protetor para a tela dessa sua D-60 e um livretinho com 90 lições de fotografia, uma por dia. Ao final de 3 meses eu acho que quem tiver seguido irá crescer bastante…
      Valeu pra caramba. Grande abraço e pé na vaca!

      • Maguito disse:

        meu grande amigo Sidão…lembro demais desse dia que a Liana desceu e nos trouxe uma bandeja de comida. Estavamos hospedados no 2o andar daquela padaria…momentos singelos que ficam na lembrança pra sempre. bom demais.
        Hoje mesmo, tive uma reunião daquelas….viajei na viagem de vcs, mandei energias positivas e desejei demais estar por ai….faz parte….mas preguiça desse mundo corporativo.
        A maquina chegou. Semana que vem devo ir pra Canastra fazer uns testes…to alucinado e devorando aquele livro que vc me emprestou, ando pensando em comprar um. Preciso estudar muito, estamos juntos nessa parceiro. Tem muita coisa, muito detalhe e estou mto satisfeito com a máquina.
        Bom eu fico por aqui, em meio à reuniões, mandando bons pensamentos à vocês…
        Aproveitem…abração pra ti e para a MAIS, grande Liana
        Eu comprei este plástico tb

  3. Liana Brito disse:

    Ola Maguinho!! Voce ia se tivertir, com certeza!!! Obrigada pelo apoio… Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s